Search
Close this search box.
Publicidade

Padrasto é preso por encomendar morte do enteado, em RO

O criminoso visava herdar terras da vítima.
Publicidade

Na manhã desta segunda-feira (19/06), a Polícia Civil do Estado de Rondônia, por intermédio da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Contra a Vida de Ariquemes, prendeu dois homens A.G.C(60), J.C.L.(56) e uma mulher R.A.L.(43), suspeitos do envolvimento no homicídio de Ericson Aloísio Maulaes Tomaz (32), ocorrido dia 14 de junho de 2021, no bairro Jorge Teixeira em Ariquemes.

Segundo as investigações, A.G.C, J.C.L. e R.A.L. seriam, respectivamente, o mandante, o agenciador e a responsável pela indicação do executor do crime.

Publicidade

A equipe da Delegacia de Homicídios esclareceu toda a ação delituosa. O suspeito de ser o mandante do crime era enteado da vítima. A motivação foi a ambição. Ele convivia em união estável com a mãe da vítima e teria encomendado a morte de Ericson, para ficar com as terras que a vítima havia herdado de seu pai.

O trabalho já resultou na prisão de seis pessoas por força do mandado de prisão preventiva, fruto deste inquérito. Há, ainda, um foragido (o segundo executor) que está com prisão preventiva decretada. Trata-se do nacional EDMAR GABRIEL, cuja foto será divulgada com o objetivo de propiciar a sua prisão. A Polícia Civil pede a quem tiver notícias de seu paradeiro que entre em contato pelo número 197.

A operação contou com o apoio da Polícia Federal, por intermédio do Setor de Inteligência Policial (SIP) e da Delegacia Regional de Jaru que disponibilizou 15 (quinze) servidores.

Após o interrogatório e indiciamento, os suspeitos foram encaminhados aos Centros de Ressocialização de Ariquemes e Jaru onde ficarão à disposição da Justiça.

O delegado Ícaro Alex Soares Bezerra presidiu a operação. “A prisão dos três suspeitos reforça o compromisso da Polícia Civil a população do Vale do Jamari. A complexa trama criminosa que envolveu o homicídio de Ericson foi esclarecida e os culpados presos, isso demonstra uma eficaz resposta ao grave crime de homicídio praticado no município.” Afirmou a autoridade policial.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias