Siga nossas redes sociais

Sábado, 27/11/2021

JH Notícias

Política

Atendendo solicitação da população, Romerito Pereira visita HR Perpétuo Socorro e encontra local em situação precária

O parlamentar ressalta que vai encaminhar à prefeitura de Guajará-Mirim, relatório da visita com as problemáticas encontradas, para que seja sanado de forma imediata

WhatsApp

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Guajará-Mirim, vereador Romerito Pereira (Republicanos), atendendo o clamar da população, realizou visita no Hospital regional Perpétuo Socorro, para acompanhar de perto a situação dos pacientes com a falta de medicamentos, copos descartáveis, EPIs para os servidores e água para beber. A situação é precária no hospital, e até então nenhuma providência foi tomada.

De acordo com Romerito, a situação do hospital é lamentável, beirando o caos. Em julho deste ano, o Conselho Regional de Medicina de Rondônia (Cremero), realizou vistoria no local, após entregar relatório mostrando que o hospital não possui as mínimas condições de atendimento ao público, encaminhou relatório ao Ministério Público, que através da promotoria da saúde, deu um prazo de 30 dias para que o problema fosse resolvido. Mas pelo visto a situação ainda é a mesma.

“Como vereador e presidente da Comissão de Saúde do município, é minha obrigação fiscalizar as ações do Poder Executivo, esse hospital está em péssimas condições, os servidores não tem material para realizar seus trabalhos, os pacientes não têm alimentação adequada, falta água para beber, copos descartáveis, material de limpeza e higiene, máscaras, álcool em gel e medicamentos”, destacou Romerito.

Banner publicitário Refis-Semfaz Porto Velho
Chamada Escolar 2022
Mulher para efetivação

O parlamentar ressalta que vai encaminhar à prefeitura de Guajará-Mirim, relatório da visita com as problemáticas encontradas, para que seja sanado de forma imediata, para prestar um serviço de qualidade a população.

“Está faltando todo tipo de material que um hospital necessita para poder dar um bom atendimento ao paciente. Vários procedimentos não podem ser realizados porque simplesmente faltam álcool 70, é preciso dar um basta nessa situação, isso precisa ser resolvido”, finalizou Romerito Pereira.

Curtiu? Siga o JH NOTÍCIAS no Facebook, Instagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias de Rondônia.

Por Assessoria

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade JR Consultoria Financeira Porto Velho
Publicidade
Publicidade Mulher para efetivação
Publicidade
Chamada Escolar 2022
Banner publicitário Refis-Semfaz Porto Velho
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais em Política

Compartilhe esta notícia: