Search
Close this search box.
Publicidade

CÂMARA FEDERAL – Cristiane Lopes diz que casamento gay não é constitucional

Comissão debateu lei que pretender vedar o casamento gay no Brasil
Publicidade

A reunião da Comissão de Previdência, Assistência Social, Infância e Família da Câmara dos Deputados que analisou nesta terça-feira (19) a proposta de Lei que proíbe os casais homoafetivos de se casarem perante a Justiça brasileira foi tumultuada e repleta de bate boca entre os congressistas.

Única rondoniense a integrar a comissão, a deputada Cristiane Lopes (UNIÃO) afirmou em sua fala que a maioria do povo brasileiro é contrário ao casamento dos gays em território nacional.

Publicidade

“Nos estamos em defesa da decisão da maioria do povo brasileiro, se fossemos trazer para dentro dessa comissão pessoas contrárias ao casamento homoafetivo essa casa não caberia. Se nós formos para o voto, nós vamos vencer, porque somos maioria”, disse Cristiane Lopes.

A deputada rondoniense ainda garantiu que a Constituição Brasileira não permite o casamento gay e que isso só vem ocorrendo no país por conta de uma interpretação do Supremo Tribunal Federal – STF.

“Estão confundindo a palavra interpretação com a palavra alteração, hoje o que existe é uma interpretação do Supremo Tribunal Federal que vem interpretando várias pautas em nosso país, mas a alteração da nossa constituição de fato ainda não ocorreu, o que continua valendo no Brasil é o reconhecimento da união estável entre homem e mulher como entidade familiar, então hoje é o que prevalece no país”, concluiu Cristiane Lopes.

Uma audiência pública será realizada na Câmara Federal na próxima terça-feira (26), a votação do tema pela Comissão está agendada para a quarta-feira (27).

Combate Clean Anúncie no JH Notícias