Notícias de Política

ELEIÇÕES – IBOPE aponta Expedito na frente e Fátima Cleide como surpresa ao Senado

Já no Senado, o ex-governador Confúcio Moura lidera a pesquisa, seguido pela petista Fátima Cleide e pelo atual Senador, Valdir Raupp. 


Postado em 23/08/2018 às 09h34min

ELEIÇÕES – IBOPE aponta Expedito na frente e Fátima Cleide como surpresa ao Senado

Contratado pela Rede Amazônica, o instituto IBOPE divulgou a pesquisa de intenção de votos dos candidatos ao Governo e Senado pelo estado de Rondônia.

Á frente da corrida ao poder executivo está o tucano Expedito Júnior, seguido por Acir Gurgacz e Maurão de Carvalho. Já no Senado, o ex-governador Confúcio Moura lidera a pesquisa, seguido pela petista Fátima Cleide e pelo atual Senador, Valdir Raupp.

Veja pesquisa completa:

Governador

Expedito Júnior (PSDB): 30%

Acir Gurgcz (PDT): 15%

Maurão de Carvalho (MDB): 10%

Pimenta de Rondônia (PSOL): 4%

Coronel Marcos Rocha (PSL): 4%

Coronel Charlon (PRTB): 3%

Vinícius Miguel (REDE): 2%

Comendador Valclei Queiroz (PMB): 1%

Pedro Nazareno (PSTU): 1%

Brancos/nulos: 20%

Não sabe: 10%

Senador

Confúcio Moura (MDB): 34%

Fátima Cleide (PT): 25%

Valdir Raupp (MDB): 21%

Marcos Rogério (DEM): 11%

Carlos Magno (PP): 10%

Pastor Edésio Fernandes (PRB): 7%

Aluízio Vidal (REDE): 6%

Jesualdo Pires (PSB): 6%

Jaime Bagattoli (PSL): 3%

Tito Paz (PSTU): 3%

Bosco da Federal (PPS): 2%

Fabrício Jurado (NOVO): 2%

Paulo Cadillac (PSTU): 2%

Ted Wilson (PRTB): 2%

Terrinha (PMB): 2%

Dr. Jose Dettoni (PMB): 1

Brancos/nulos – vaga 1: 15%

Brancos/nulos – vaga 2: 21%

Não sabe: 27%

Sobre a pesquisa

Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Quem foi ouvido: 812 eleitores do estado.

Quando a pesquisa foi feita: 16 a 21 de agosto.

Registro no TRE: RO-03015/2018.

Registro no TSE: BR-09340/2018.

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado.



MAIS NOTÍCIAS DE Política