Notícias de Política

OPINIÃO E POLÍTICA – Candidatura de Mariana Carvalho ao governo ainda é opção do PSDB em RO – Por João Paulo Prudêncio

João Paulo Prudêncio é jornalista e editor de política do jornal eletrônico JH Notícias e atua no jornalismo eletrônico há mais de dez anos. Informações e contato com a coluna através dos telefones: (69) 99230-0591 (Watssap) e (68) 99217-1709.


Postado em 17/01/2018 às 15h21min

OPINIÃO E POLÍTICA – Candidatura de Mariana Carvalho ao governo ainda é opção do PSDB em RO – Por João Paulo Prudêncio

Tá no jogo 

Engana-se quem acredita que a candidatura de Mariana Carvalho ao governo de Rondônia é algo findado. Com um mandato exemplar no quesito de atuação parlamentar e atividades administrativas do Congresso, Mariana parece ter tomado gosto pelo ritmo de trabalho de um congressista e caso retorne em 2019 será uma deputada amadurecida pelos primeiros quatros anos em que se se graduou enquanto deputada federal, mas, isso não significa que a tucana não enxergue a possibilidade de ser a primeira mulher a administrar Rondônia, que de fato é real.

Com Expedito

É claro que um dos fatores que sempre pesou nas decisões sobre a vida política de Mariana Carvalho era a forte liderança do ex-Senador Expedito Júnior dentro do PSDB, por muitas veze a deputada foi obrigada a conter algumas ações ou rever projetos em decorrências das articulações desenroladas por Júnior.

Sem Expedito

Porém, com a iminente migração de Expedito Júnior para o PSD após perder parte de seu grau de influencia dentro do partido, Mariana passou a dar as cartas dentro do PSDB rondoniense, esse fator pode ser preponderante para colocar Mariana na disputa ao governo, batendo de frente com velhas raposas, um debate que seria no minimo interessante.

Legitimidade

Também engana-se quem acredita que pelo fato de sua juventude Mariana Carvalho estaria na liderança de uma legenda tão expressiva quanto o PSDB apenas por acertos políticos, a deputada é militante de carreira do partido, possui ao seu lado uma imensa base, se tornou simbolo de um grande numero de estudantes na capital rondoniense e vem aos poucos tomando a cena no meio da representatividade feminina na política do estado.

Família Carvalho

Em uma conjectura mais ambiciosa, a candidatura de Mariana Carvalho poderia garantir voos maiores para seu pai Aparício e seu irmão, Maurício. Uma chapa puro sangue com Mariana ao governo, Aparício ao senado e Mauricio à Câmara de Deputados é possível. Mas, um dos entraves deve ser o perfil comedido de Aparício Carvalho quando o assunto é fazer apostas muito altas dentro do cenário político.

Já deu certo

Talvez a jogada mais alta da família Carvalho pode ter sido a candidatura de Mariana à prefeitura de Porto Velho no ano de 2012, o saldo foi positivo e os lucros sendo colhidos até os dias atuais, por esse motivo a candidatura de Mariana ao governo certamente não foi deixada de lado.

CPI

Maurão de Carvalho anda bufando com a possibilidade da Assembleia Legislativa instaurar um CPI para apurar a denuncia de um pagamento indevido de R$ 30 milhões realizado pelo governo do estado, assim como Raupp, Maurão está se fiando na aprovação de Confúcio Moura à frente do poder executivo estadual para sentar em sua cadeira em 2019. Uma comissão de deputados em cima do governo prejudicaria diretamente Maurão, por esse motivo a CPI provavelmente não passará.

Nazif

O ex-prefeito de Porto Velho Mauro Nazif (PSB) está em plena corrida ao Congresso Nacional, Nazif pretende se redimir da humilhante derrota no pleito de 2016 retornando ao cargo de deputado federal com uma massiva votação. Para isso, o ex-prefeito vem se articulando intimamente com os grupos de servidores municipais da capital, em sua grande maioria descontentes com o atual prefeito Hildon Chaves (PSDB).

Cargos

Quatro vice-presidentes da Caixa Econômica Federal foram afastados após denuncias de corrupção e ligações diretas com o presidente da república Michel Temer. A cadeira de vice-presidente da Caixa é comumente usada para barganha política entre o presidente e os partidos, ao todo são doze pessoas nomeadas para o mesmo cargo, um acinte ao contribuinte brasileiro.

A coluna

João Paulo Prudêncio é jornalista e editor de política do jornal eletrônico JH Notícias e atua no jornalismo eletrônico há mais de dez anos. Informações e contato com a coluna através dos telefones: (69) 99230-0591 (Watssap) e (68) 99217-1709.

Fonte: JH Notícias



MAIS NOTÍCIAS DE Política