Search
Close this search box.

ARMAMENTISTA – Delegado Camargo busca informações de CAC’s em Rondônia

Para se tornar um CAC o cidadão precisa se registrar no Exército Brasileiro
Publicidade

O deputado estadual Delegado Camargo (REPUBLICANOS) se encontrou em Brasília com o deputado federal Marcos Polon (PL/MS) para buscar apoio em suas pautas pró-armamentistas dentro do estado de Rondônia.

Polo é atualmente o principal nome da causa armamentista no Congresso Nacional e se destacou nacionalmente por ser o deputado federal mais votado do estado do Mato Grosso do Sul.

Publicidade

De acordo com Rodrigo Camargo, o cidadão tem direito à defesa pessoal e que uso de uma arma é essencial para que esse direito seja efetivo, motivo pelo qual ele já está articulando para dar andamento aos processos dos Colecionadores, Atiradores desportivos e Caçadores (CAC) que tramitam no Exército em Rondônia.

Para o Delegado Camargo, a ajuda do deputado Polon será de extrema relevância para os CAC’s no Estado.

“O deputado Polón é um dos parlamentares que mais se destacam na defesa do movimento armamentista. Tenho certeza que seu apoio é de fundamental importância para que o cidadão de Rondônia e de todo o Brasil possa ter o seu direito de defesa pessoal utilizando a sua arma legalizada. Ele vai nos ajudar junto ao Exército Brasileiro para que consigamos dar celeridade nos processos de registros de colecionadores, atiradores desportivos e caçadores, que estão parados junto ao Exército em Rondônia. Vamos juntos construir uma Rondônia mais segura, garantindo os direitos de liberdade, de autodefesa, dos valores morais e da família”, disse Camargo.

Para se tornar um CAC o cidadão precisa se registrar no Exército Brasileiro fazendo o pedido de concessão de certificado de registro. Deve reunir a documentação exigida, ter mais de 18 anos, ou obter uma autorização judicial, mas é preciso mais de 25 anos para aquisição de armas de fogo, além, é claro, de estar em dia com a lei.

Anúncie no JH Notícias