Notícias de Rondônia

NA CADEIA – Acusado de matar caminhoneiro durante greve nacional permanece preso em RO

A vítima se chamava José Batistela, tinha esposa e um filho, morava na cidade de Jaru, e no dia da tragédia transportava madeiras para o estado do Mato Grosso.


Postado em 04/09/2018 às 10h06min

NA CADEIA – Acusado de matar caminhoneiro durante greve nacional permanece preso em RO

Detido no presídio estadual localizado na cidade de Vilhena, região Sul do estado de Rondônia, Willians Maciel Dias, acusado de matar um motorista de 70 anos anos de idade durante a greve dos caminhoneiros que paralisou o país, teve seu pedido de soltura negado mais uma vez pela Justiça.

De acordo com testemunhas, o acusado atirou uma pedra no para-brisa da vítima, que tentou furar o bloqueio após passar mais de três dias parado na margem da estrada. O caso foi o estopim para enfraquecer a greve e acabou tirando o caráter pacifico das manifestações.

A vítima se chamava José Batistela, tinha esposa e um filho, morava na cidade de Jaru, e no dia da tragédia transportava madeiras para o estado do Mato Grosso.

Por JH Notícias



MAIS NOTÍCIAS DE Rondônia