Notícias de Rondônia

SINJUR – Diretoria esclarece decisão da Justiça do Trabalho

Contudo, isso foi feito sem passar a mão na cabeça de quem tenha mal gerido a entidade.


Postado em 17/10/2018 às 10h50min

SINJUR – Diretoria esclarece decisão da Justiça do Trabalho

A Diretoria do Sinjur vem a público informar que recebeu com serenidade a decisão judicial de primeira instância que determina novas eleições sindicais. A respeito dos fatos que motivaram o processo na Justiça trabalhista, os diretores relembram que, como foi amplamente divulgado no período da eleição, a Comissão Eleitoral deferiu a substituição do candidato a presidente na Chapa 3, contudo, a própria comissão alegou não haver condição material de providenciar a troca da foto nas cédulas e, tendo a opção, conforme o edital da eleição, de agendar nova data para a votação, instruiu o procedimento para que fosse fixado informação sobre a troca aos filiados nos locais de voto e realizada a votação normalmente no dia 13 de novembro de 2017. Com a apuração, viu-se que quase 70% dos votantes optaram por mudança, para que a antiga diretoria saísse da gestão do Sinjur, pois votaram nas chapas de oposição (1, 3 e 4), sendo a vencedora a Chapa 3, com 814 votos.

Iniciada a gestão, em janeiro de 2018, foram vencidos diversos obstáculos, desde a falta de documentos contábeis e patrimoniais, até a precariedade de infraestrutura e desinformação. Eleitos para cuidar da entidade, os dirigentes do Sinjur foram em busca das soluções de ordem gerencial e administrativa, aliada à forte representação junto à Administração do Tribunal de Justiça.

Destarte a oposição, inconsolável com a derrota nas urnas, são muitas as conquistas nesse período de 10 meses na instituição, como a sanidade fiscal, a luta incessante pelos direitos dos trabalhadores, com regularização da utilização dos veículos e do hotel, resultando em redução de despesas nos custos fixos. Revisão salarial efetuada em 2018 e previsão orçamentária para reajuste em 2019, além do vencimento, também nos auxílios saúde e alimentação; assim como a criação da Gratificação da Comarca de Difícil Provimento para o próximo exercício. Requerimentos, pedidos e reunião foram realizadas. Com a economia, a Festa do Servidor da capital está 100% paga antes da realização do evento, que terá o sorteio de duas motos zero km; e no interior, a cota por servidor foi reajustada de R$ 50 para R$ 70. Prestação de contas publicada no site trimestralmente, transparência na gestão e ampliação dos canais de comunicação, com vídeos institucionais, Serviço de Atenção ao Filiado e nova identidade visual. Os hotéis de Porto Velho e Ji-Paraná passam por reforma e o fundo de greve, que não tinha nenhum real em janeiro, tem mais de R$ 36 mil, em conta de cooperativa bancária.

Contudo, isso foi feito sem passar a mão na cabeça de quem tenha mal gerido a entidade. A coragem para defender os interesses do filiado e fortalecer a instituição, por vezes, tem custo elevado, como a perseguição, a mentira e enganação lançadas contra essa gestão desde o começo, com denuncismo e busca por divisão da categoria.

Quanto à decisão da Justiça do Trabalho, nos cabe obediência e respeito. Apesar de não concordar com o teor da decisão, a Diretoria pede a compreensão dos filiados e informa já haver feito recurso à sentença e que as determinações quanto a local e horário da assembleia para escolha de uma junta governativa serão divulgados conforme os prazos previstos na decisão judicial.

Por JH Notícias



MAIS NOTÍCIAS DE Rondônia