Notícias de Política

TAXA DE LUZ – Ausentes na votação, vereadores usam cobrança de tarifa como palanque político

Por enquanto a taxa de luz continua em processo de revisão por um grupo de vereadores que ja se articulam há alguns dias para impedir que o tarifa atual permaneça.

Postado em 13/02/2018 às 06h30min


TAXA DE LUZ – Ausentes na votação, vereadores usam cobrança de tarifa como palanque político

A polêmica envolvendo o aumento da taxa de iluminação pública na conta de luz dos contribuintes portovelhenses continua sendo motivo de confusão e desencontro de ideias entre os legisladores do município e o poder executivo municipal.

Sentido-se enganados, um grupo de vereadores que afirmam que os números repassados ao cidadão não batem com o valor apresentado no projeto inicial já buscam de todas as formas reverter o projeto, que caso não seja reavaliado pela equipe do prefeito Hildon Chaves (PSDB) poderá ser barrado tanto na justiça, quanto na Câmara Municipal.

Um fato é que a aprovação do aumento por parte dos vereadores acabou pegando mal e os jogando contra a população, fato que potencializou o atrito entre eles e a prefeitura. Mas, alguns vereadores perceberam a oportunidade de fazer palanque com a situação, e saíram divulgando amplamente que se posicionaram contra o aumento desde o início.

Entre esses vereadores estão Marcelo Cruz (PTB) e Jair Montes (PTC), que através de suas redes sociais e de discursos inflamados perante seu eleitorado garantiram que agiram contra a aprovação em plenário e na hora do voto. Mas, a realidade é que ambos os vereadores simplesmente se ausentaram na hora de apresentarem seus votos.

Vale ressaltar que os vereadores estavam presentes na sessão, porém exatamente na hora de votar eles desapareceram, deixando seu registro como ausente e de uma forma indireta ajudando na aprovação do projeto de aumento da taxa de luz, além de evitar se indispor com o prefeito.

Para alguns eleitores a situação deve ser esclarecida, já que os vereadores não podem acender uma vela para “Deus” e outra para o “Diabo”, eles precisam esclarecer porque não votaram contra o projeto mas assim que foi dada sua aprovação se posicionaram publicamente contrários.

Por enquanto a taxa de luz continua em processo de revisão por um grupo de vereadores que ja se articulam há alguns dias para impedir que o tarifa atual permaneça.

Fonte: JH Notícias