Notícias de Rondônia

CHEIA – Drone mostra proximidade da água na BR-364 entre Rondônia e Acre

Já na região do rio Abunã, onde se encontram as barragens das hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio, o nível está cravado em 21,89 metros.

Postado em 14/02/2019 às 10h36min


CHEIA – Drone mostra proximidade da água na BR-364 entre Rondônia e Acre

Com 16,34 metros, o rio Madeira registrou um leve descenso em seu nível nesta quinta-feira (14), porém continua sendo preocupação às comunidades ribeirinhas de Porto Velho, capital de Rondônia, que já estão sendo afetadas diretamente com a elevação das águas, áreas constantemente monitoradas pela Defesa Civil.

Já na região do rio Abunã, onde se encontram as barragens jusante e montante das hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio, o nível está cravado em 21,89 metros.

Passando pelo meio do lago da usina de Santo Antônio, a BR-364 no trecho que liga os estados de Rondônia e Acre já mostra uma proximidade perigosa da água, isso mesmo após uma sequência de elevações na pista, imagens feitas por um drone na região constatam a elevação.

Em 2014, essa área foi tomada pelas águas em decorrência da cheia histórica do rio Madeira, na época o estado do Acre ficou isolado via terrestre, gerando uma série de prejuízos e transtornos incalculáveis que rendeu um milionário processo que ainda tramita na Justiça.

Recentemente, o consórcio que gere a usina de Santo Antônio, conseguiu aprovar na Assembleia Legislativa de Rondônia o projeto de elevação da cota do lago, mesmo com recomendação contrária do Ministério Público e órgãos de fiscalização ambiental.

Confira vídeo:

Por JH Notícias