Notícias de Justiça

Acusado de matar ex-esposa a facadas é condenado a mais de 17 anos de prisão


Postado em 18/09/2018 às 11h30min

Acusado de matar ex-esposa a facadas é condenado a mais de 17 anos de prisão

Gilvan da Silva Araújo foi condenado pelo 1º Tribunal do Júri da Comarca de Porto Velho a 17 anos e quatro meses de reclusão, em regime fechado. Ele foi condenado sob acusação de matar sua ex-companheira, Maria das Graças Bezerra.

Segundo a sentença condenatória, o crime foi motivado por ciúmes do acusado. No dia dos fatos, após uma discussão, repentinamente o réu sacou uma faca e começou a golpear a vítima, a qual ainda tentou escapar, correndo para rua, mas foi logo alcançada pelo agressor, que continuou a golpeá-la, levando-a morte.

O crime aconteceu no dia 2 de junho de 2018, no Bairro Castanheira, e provocou comoção popular. Segundo a pronúncia, o feminicídio (assassinato contra mulher) aconteceu na presença de duas filhas da vítima e uma sobrinha do referido acusado. Entre as crianças, tinha uma de 4 anos de idade que manifestou o desejo de ajudar a mãe que sofria ataques do agressor.

O julgamento iniciou às 8h30 dessa segunda-feira (17) e encerrou às 15h55.
Processo Crime n. 0008645-50.2018.8.22.0501.

Por TJ/RO



MAIS NOTÍCIAS DE Justiça