Search
Close this search box.

CONTRATO EMERGENCIAL – ALE/RO se mobiliza para que médicos formados na Bolívia atuem no combate à pandemia

Em Rondônia, por conta da proximidade de fronteira, muitos cidadãos vão para a Bolívia realizar o sonho de formar em Medicina.
Publicidade

Uma reunião promovida nesta última quinta-feira (1) entre deputados estaduais e o governador do Estado levantou uma pauta que poderá ser colocada em prática no combate aos impactos da pandemia de COVID-19 em Rondônia.

De acordo com os deputados, médicos formados em outros países podem ser contratados em caráter emergencial mesmo sem a realização do REVALIDA. Isso amenizaria significativamente a falta desses profissionais nos hospitais do Estado.

Publicidade

Em Rondônia, por conta da proximidade de fronteira, muitos cidadãos vão para a Bolívia realizar o sonho de formar em Medicina.

A Bolívia tem tradição na formação acadêmica de médicos e outros profissionais de Saúde, suas universidades são repletas de estudantes brasileiros, que ao terminarem o curso, acabam ficando anos aguardando o direito de atuarem no Brasil.

A proposta dos deputados é que o governador, Marcos Rocha, apresente esse projeto de Lei que será homologado pelos deputados de forma rápida, conseguindo assim uma medida prática para a escassez de médicos.

Anúncie no JH Notícias