Notícias de Política

ESTRATÉGIA – Confúcio deve ficar até o último segundo na cadeira de governador

Estrategista que é, Confúcio vai esperar até o último segundo para sair da cadeira de governador direto à uma possível candidatura, ou, de maneira surpreendente ficará no cargo e se arriscará ser um cidadão comum a partir de 2019.

Postado em 22/03/2018 às 11h48min


ESTRATÉGIA – Confúcio deve ficar até o último segundo na cadeira de governador

Um dos maiores pontos de interrogação da política atual no estado de Rondônia, a saída ou não do governador Confúcio Moura (PSDB) para disputar uma vaga no Senado permanece sendo tratado com sigilo impiedoso pelo chefe do poder executivo estadual, nem mesmo seus comissionados sabem se ficam até o final do ano, ou saem antes do pleito 2018.

Em um encontro recente entre Confúcio e seu vice, se especulou que eles haviam definido a renúncia de Confúcio da cadeira, porém nada confirmado, seguindo o governador com seu silêncio sepulcral sobre o tema. A mudança de partido do atual governador também é cogitada, mas nada que até o momento tenha sido indicada.

É claro que a incerteza sobre quem estará no comando de Rondônia a partir do mês de abril gera desconforto e instabilidade para a comunidade e máquina pública, porém, promove o tipo de mídia que beneficia o governador em uma possível corrida eleitoral, se tivesse saído antes poderia ter sido engolido por Daniel Pereira, que estava agindo como chefe do governo, até o titular resolver voltar e desfazer todas as suas ações.

Estrategista que é, Confúcio vai esperar até o último segundo para sair da cadeira de governador direto à uma possível candidatura, ou, de maneira surpreendente ficará no cargo e se arriscará ser um cidadão comum a partir de 2019.

Fonte: JH Notícias