Notícias de Política

OPINIÃO E POLÍTICA – UHE Santo Antônio mente e diz que elevação do lago preserva a natureza – Por João Paulo Prudêncio

João Paulo Prudêncio é jornalista e editor de política do jornal JH Notícias. Informações e sugestões de pauta através dos telefones (69) 99230-0591 ou (68) 99217-1709 ou no e-mail joaoprudencio65@gmail.com


Postado em 16/04/2018 às 15h59min

OPINIÃO E POLÍTICA – UHE Santo Antônio mente e diz que elevação do lago preserva a natureza – Por João Paulo Prudêncio

Corrupção 

Nunca é demais lembrar que o Consórcio Construtor da UHE Santo Antônio está na mira das autoridades judiciárias e policiais, acusado de bancar um esquema de propinas à políticos, sindicalistas e membros ativos da sociedade para intercederem pelas necessidades do empreendimento sempre que possível. As denuncias foram coletadas pela força tarefa da operação Lava Jato e deverá ter desdobramentos em breve.

Pois bem

Após conseguirem a aprovação para elevar em 80 centímetros o lago da usina dentro da cidade de Porto Velho, alagando uma área de aproximadamente sete mil campos de futebol dentro de três unidades de conservação que supostamente deveriam ser protegidas pela Lei estadual, Estação Ecológica Serra Três Irmãos, Floresta Estadual de Rendimento Sustentado do Rio Vermelho C e Reserva Extrativista de Jacy-Paraná, o consórcio tenta utilizar a conhecida prática da mentira como forma de mascarar a verdade.

Descarada

Veiculada de forma irresponsável e descarada, uma notícia assinada pela assessoria de imprensa da UHE Santo Antônio garante literalmente que a elevação do reservatório vai preservar o meio ambiente. Uma coisa é fato, ou o consórcio acredita que a comunidade de Porto Velho é idiota ou que o poder do seu dinheiro vai ser capaz de forjar uma realidade assombrosa, onde nativos são colocados em situação de risco e a natureza é simplesmente tratada como algo descartável.

Pega na mentira

Como pode a UHE Santo Antônio afirmar que a elevação vai preservar a natureza ao mesmo tempo em que ela vai destruir quase mil hectares dentro de áreas de conservação? Como pode a UHE Santo Antônio afirmar para nossa sociedade que a elevação do lago vao preservar o meio ambiente ao mesmo tempo em que comunidades atingidas afirmam o contrário? Como pode a UHE Santo Antônio afirmar que acontecerá preservação do meio ambiente ao mesmo tempo em que o Ministério Público Federal – MPF, garante o contrário? Essas perguntas eles não respondem em sua nota forjada.

O cala boca

Para que o cidadão compreenda o principal motivo da aprovação do projeto por parte dos deputados estaduais, esse jornalista deixa bem claro, dinheiro! Ao todo serão R$ 80 milhões distribuídos pelo consórcio em decorrência da passagem do projeto, R$ 30 milhões ficam em Porto Velho e R$ 50 serão divididos para os municípios do estado. Vale lembrar que o valor é ridículo perto do lucro obtido pelo empreendimento através da destruição de recursos naturais, comunidades nativas e implosão das condições urbanas de Porto Velho, um troco jogado à prefeitos desesperados em fazer caixa próximo do pleito.

Não se esqueça

Alex Redano (PRB), Anderson do Singeperon (PROS), Cleiton Roque (PSB), Edson Martins (MDB), Ezequiel Júnior (PRB), Geraldo da Rondônia, Jean Oliveira (MDB), Laerte Gomes (PSDB), Lebrão (MDB), Maurão de Carvalho (MDB), Ribamar Araújo (PR), Rosângela Donadon (MDB), Saulo Moreira (PDT), Só na Benção (MDB). Esses são os nomes que devem ser tratados como traidores da cidade de Porto Velho, sua natureza e comunidade.

Irmãos Carvalho

Mariana e Maurício Carvalho, o povo de Porto Velho precisa de vocês, ambos foram eleitos sob o holofote da representatividade da nova política, porém sempre se calam perante pautas polêmicas ou que envolvam aliados políticos e partidários, demonstrando covardia não irão muito longe, cumpram o que prometeram, representem Porto Velho perante aqueles que tanto se esforçam para destruir tudo de bom que nela existe.

Luto 

A morte do jornalista Maurício Calixto na manhã desta segunda (16) foi recebida com muito pesar pela comunidade, entre os profissionais do meio, ele era uma inspiração com uma grande e impressionante história de atuação na área. A coluna deixa seu pesar aos familiares e amigos.

Habilitação 

Jovens com menos de 18 anos poderão antecipar etapas do processo de obtenção da carteira de motorista. O projeto de lei (PLS 58/2017) do senador Dário Berger (PMDB-SC) que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/1997) para permitir que algumas exigências, como a frequência a aulas teóricas e a realização do exame psicotécnico, possam ser cumpridas três meses antes de o candidato completar 18 anos está na pauta da reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) desta quarta-feira (18), a partir das 10h.

A coluna

João Paulo Prudêncio é jornalista e editor de política do jornal JH Notícias. Informações e sugestões de pauta através dos telefones (69) 99230-0591 ou (68) 99217-1709 ou no e-mail joaoprudencio65@gmail.com

Fonte: JH Notícias



MAIS NOTÍCIAS DE Política