Siga nossas redes sociais

Quinta-feira, 26/05/2022

JH Notícias

Coronavírus - COVID-19 - Governo do Estado de Rondônia

Brasil

Video: pais denunciam brigas entre alunos marcadas pela internet

“Quem perde [a briga], posta o vídeo”, inicia a mulher, em tom de revolta, ao ser ouvida pela reportagem do jornal

WhatsApp

Os constantes registros de violência em um escola de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, têm preocupado pais e responsáveis por estudantes matriculados na instituição. Uma mãe, que não quis se identificar, denunciou casos de agressões à Banda B nesta quinta-feira (31).

“Quem perde [a briga], posta o vídeo”, inicia a mulher, em tom de revolta, ao ser ouvida pela reportagem do jornal. Segundo relatou, estudantes do Colégio Estadual São Cristóvão têm combinado brigas por redes sociais e, após a “batalha”, o vídeo das agressões em série deve ser postado nas mídias com a legenda “perdi”.

Um vídeo obtido pela Banda B mostra cenas de uma briga que envolveu dois alunos da instituição mencionada (assista abaixo, imagens fortes). Na legenda do registro que supostamente foi publicado por um dos adolescentes, há a legenda: “Perdi 🤡 KKKKKK”.

As imagens registradas por um estudante mostram o momento em que os dois adolescentes trocam socos e chutes enquanto outras pessoas assistem à confusão. Em alguns momentos, é possível perceber que um deles recebe vários socos no rosto.

Com o rosto vermelho e tentando protegê-lo, ele é atingido pelo último soco e, ao levantar as mãos para alto em posição de rendição, diz : “Perdi”.

A mãe ouvida pela reportagem, que diz ter uma filha de 10 anos matriculada na escola onde houve a briga registrada pela câmera de um celular, disse que a instituição “não está fazendo nada” para inibir os casos de violência no local.

“A pedagoga me disse que é uma brincadeira que está acontecendo, que eles ficam se ‘socando’ e quem perde posta o vídeo. A escola não tem pulso para trabalhar nisso. O diretor está na escola há dez anos e, pelo que estou vendo, não estão fazendo nada”, afirmou ela.

De acordo com a mulher, os pais dos estudantes envolvidos nas brigas também têm sido negligentes: “Quando são chamados pela direção para comparecerem às reuniões, eles não vão”.

Ela também destacou que a Patrulha Escolar, organização da Polícia Militar responsável pelo policiamento em escolas, não consegue atender às demandas necessárias na região.

Ações do Governo de Rondônia

Pais denunciam brigas entre alunos combinadas por redes sociais em São José dos Pinhais: "Quem perde, posta o vídeo"

“Ontem, minha filha estava no intervalo e duas meninas começaram a brigar por causa de namoradinho, e uma delas jogou uma faca longe. Quando liguei na escola, me disseram que não sabiam da faca”, narrou a mãe.

Uma conversa entre a denunciante e a filha dela obtida pela Banda B mostram o momento em que a criança diz querer voltar para casa, pois havia ocorrido uma briga na escola (veja abaixo).

“As meninas envolvidas nessa briga já fizeram isso outra vez. Não tem acompanhamento do Conselho Tutelar, da Polícia Militar, nem da escola”, concluiu ela, ao afirmar que registrará um boletim de ocorrência sobre os casos nos próximos dias.

Banner publicitário da Assembleia Legislativa

 

Curtiu? Siga o JH NOTÍCIAS no Facebook, Instagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias de Rondônia.

Por Banda B com Metrópoles

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade Ações do Governo de Rondônia
Publicidade

Publicidade Ações do Governo de Rondônia
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais em Brasil