Search
Close this search box.

‘Negros só ganham Oscar em papéis desprezíveis’, diz Samuel L. Jackson

Em entrevista ao jornal "The Times", o ator citou o prêmio dado a Denzel Washington por sua atuação em "Dia de Treinamento" (2001) para ilustrar sua tese a respeito
Publicidade

Samuel L. Jackson, 73 anos, deu uma declaração polêmica a respeito da representatividade negra na história do Oscar. Em entrevista ao jornal “The Times”, o ator citou o prêmio dado a Denzel Washington por sua atuação em “Dia de Treinamento” (2001) para ilustrar sua tese a respeito.

“Acho que atores negros só ganham o Oscar quando fazem papéis desprezíveis. Como Denzel vencendo por interpretar um policial horrível em ‘Dia de Treinamento’. E as coisas incríveis que ele fez em filmes como ‘Malcolm X’ (1992)?”, protestou o astro.

Publicidade

Jackson também afirmou ter se sentido injustiçado ao perder para Martin Landau, de “Ed Wood”, o troféu de Melhor Ator Coadjuvante no Oscar 1995 – sua única indicação à Academia. Ele concorria por “Pulp Fiction”, clássico de Quentin Tarantino.

“Eu deveria ter ganhado aquele [Oscar]. Talvez eu merecesse um, mas o Oscar não é a coisa que faz o seu salário aumentar. Trata-se de levar as pessoas ao cinema para te assistir, e acho que fiz um bom trabalho nisso”, desdenhou.

Anúncie no JH Notícias