Search
Close this search box.

Em Rondônia, PRF encontra mais de 3 Kg de cocaína escondidos em bota de gesso

Em outra ocorrência, mãe e filho são presos por transportarem mais de 6 Kg da mesma droga.
Publicidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia, na tarde de ontem, dia 27, realizando atividade de fiscalização de trânsito na BR 364, interceptou três passageiros transportando drogas em ônibus interestaduais distintos. O mais inusitado é que em uma das ocorrências, um dos infratores estava transportando a droga em uma bota de gesso.

O primeiro fato ocorreu próximo ao Km 759, no município de Porto Velho/RO. Durante a abordagem, foi identificado um passageiro de 23 anos usando uma bota de gesso na perna esquerda, porém a equipe observou que o gesso estava soltando um pó, além de estar com várias rachaduras, fato bastante incomum.

Publicidade

Posteriormente, foi solicitado que o homem desembarcasse do veículo para uma melhor verificação. Quando questionado se havia algum ilícito dentro do gesso, o conduzido confirmou transportar cocaína e que levaria a droga até a cidade de João Pessoa/PB. Ao final, foram apreendidos 3,33 Kg da droga ilícita.

A segunda ocorrência aconteceu próximo ao Km 16, na cidade de Vilhena/RO. Um ônibus com itinerário Porto Velho/RO X Cuiabá-MT foi abordado e, durante a fiscalização, dois passageiros, sendo mãe e filho, chamaram atenção da equipe. Questionados sobre o motivo da viagem, relataram estar indo procurar emprego em Cuiabá, mas não souberam responder onde ficariam, quando tempo pretendiam ficar e se estaria tudo planejado.

Diante da suspeita da real finalidade da viagem, foram revistados os pertences pessoais, onde foram encontrados, em posse da mulher, dois cigarros de substância análoga à maconha. Ao verificar a poltrona dos dois, foi encontrado na parte traseira da poltrona da mãe 6 tabletes de cloridrato de cocaína. O filho declarou que levaria a droga até Cuiabá e que ganharia mil reais por peça. No total, 6,215 Kg foram apreendidos.

Somando as ocorrências, 9,545 Kg de cloridrato de cocaína foram encaminhados às respectivas Polícias Judiciárias para destruição. Os infratores também foram conduzidos às Autoridades Policiais, permanecendo à disposição do Poder Judiciário. Conforme estimativa da Polícia Rodoviária Federal, o quilo da droga ilícita está avaliado em R$ 180 mil. O prejuízo estimado aos criminosos é de R$ 1.718.100,00.

Anúncie no JH Notícias